Cabaça Norte novo campo da ENI entra em produção


A Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis de Angola (ANPG) e a petrolífera italiana Eni anunciaram esta sexta-feira (24) de Setembro, o arranque da produção em Cabaça Norte, aumentando a produção nacional em 15 mil barris de petróleo por dia.

De acordo com a nota de imprensa conjunta da ANPG e ENI enviada ao AngoRussia,  o arranque dessa plataforma enquadra-se no projecto de desenvolvimento de Cabaça Norte.  O desenvolvimento desse campo vai aumentar e sustentar o “plateau” da Armada Olombendo, uma FPSO de descarga e queima processual zero, com uma capacidade global de 100 mil barris de óleo por dia.

Publicidade

“O desenvolvimento de Cabaça Norte, no Bloco 15/06, com um pico de produção previsto na ordem dos 15 mil barris de óleo por dia, vai aumentar e sustentar o ‘plateau’ da Armada Olombendo, uma FPSO [unidade móvel flutuante] de descarga e queima processual zero, com uma capacidade global de 100 mil barris de óleo por dia”, lê-se no documento.

Este é o segundo anúncio de início de produção feito pela Eni Angola em 2021, depois de ter antecipado a produção do campo Cuica, em julho, lê-se ainda na nota, que espera ainda para este ano o anúncio da produção de Ndungu, na área ocidental deste bloco.

O Bloco 15/06 é operado pela Eni Angola com uma quota-parte de 36,84 por cento, igual percentagem da Sonangol Pesquisa & Produção, enquanto a SSI Fifteen Limited tem 26,32%.

A Eni Angola é igualmente a operadora dos blocos de exploração Cabinda Norte, Cabinda Centro, 1/14 e 28, bem como do Novo Consórcio de Gás (NGC). Tem ainda participações nos Blocos não operados 0, 3/05, 3/05, 14, 14 K/A-IMI, 15 e na Angola LNG


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *