Luther da Cunha revela que usa nudez para combater complexo de inferioridade


452 partilhas

O fotógrafo Luther da Cunha de 26 anos, um dos mais queridos dos famosos angolanos da actualidade, revelou em entrevista ao AngoRussia, os reais motivos lhe levam a fotografar, com frequência, mulheres seminuas, tendo apontado o combate ao complexo de inferioridade e exclusão social como principais razões.

Para Luther da Cunha, a fotografia funciona como uma espécie de terapia que incentiva as pessoas a se aceitarem conforme são, com defeitos ou não, e para melhor expressar essa teoria, o fotógrafo faz o uso da sua liberdade de expressão artística fotografando mulheres sem roupas de diferentes raças, idade, corpo e qualquer outro elemento que a sociedade geralmente usa para definir padrão de beleza.

Publicidade

Luther explicou que essa sua vontade de ajudar as pessoas a se aceitarem conforme são, independente dos defeitos, é resultado do bullying e exclusão social que sofreu na infância, por ser muito magro e por passar por inúmeras dificuldades de inclusão social, comparando-se aos outros adolescentes do ciclo onde cresceu.

“Essas fotos nudez que eu faço é a forma de dizer ao mundo que existimos, é uma forma de dizer ao mundo que não somos transparentes, eu era transparente, na minha família, na escola, entre os amigos, eu era sempre o último a ser escolhido, sou aquele que ninguém esperava alguma coisa boa de mim. Tive uma infância triste, sofria bullying por ser muito magro, até que decidi fazer fotos minhas sem t-shirt para mostrar às pessoas que era feliz com o meu corpo e que não me envergonhava disso. Daí comecei a conhecer pessoas que também estavam na minha condição, então comecei a fotografar as mesmas sem roupas, quando fui perceber, mais do que fotografar, passei a ajudar muitas mulheres que se sentiam presas no seu próprio corpo… Então comecei a dar essa alegria a elas, fazer fotos bonitas que elas pudessem exibir sem receio, fotos que levantasse a sua auto-estima, fotos que lhes faria reflectir mais sobre o amor-próprio e deste modo incentivá-las a aceitarem as suas imperfeições”, contou Luther da Cunha em entrevista ao AngoRussia.

O fotógrafo contou também que deseja muito conquistar a liberdade de expressão artística, de modo que os seus nudez deixem de ser encarados com preconceitos.

“Como fotógrafo, almejo alcançar a minha a liberdade de expressão das fotos nudez como nos países Americanos e Europeus… Meu maior sonho no ramo da fotografia é internacionalizar o meu trabalho ao ponto de chegar a fotografar as duas estrelas que eu tanto admiro, o cantor Chris Brown e o jogador Neymar Jr.”, concluiu.

No seu portfólio constam várias estrelas angolanas que já posaram para as suas lentes como Anselmo Ralph e sua família, Yola Araújo, Elisângela Gomes, Landrick, Neide Sofia, Serafina Sanches, Dj Nelasta, Gerilson Insrael, Titica, entre outras.

Luther da Cunha trabalha com fotografia há 4 anos, dois dos quais como profissional da área, tendo começado a dar os primeiros passos na província do Huambo em 2016.

View this post on Instagram

🔥🔥🔥

A post shared by Luther Photographer (@lutherphotographer) on

View this post on Instagram

flying hat

A post shared by Luther Photographer (@lutherphotographer) on

 


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

452 partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *