FILDA 2021 proporciona espaço para a arte e cativa ainda mais a atenção do público


A 36ª edição deste que é o grande evento comercial de dimensão Internacional em Angola, FILDA, proporcionou neste ano espaço para a arte ao albergar as obras criadas pelas mãos do artista angolano Jone Ferreira, que usa o “lixo” para criar peças de identidade angolana.

Dentre as mais de 500 empresas que marcam a presença na feira, em busca de novas parcerias de negócio, Jone Ferreira em representação do ‘Espaço Luanda Arte’, ganhou destaque por marcar a diferença com uma exposição de obras de arte feita com lixo reciclado.

Publicidade

Com uma variedade de chapas, tubos, jantes e outros metais, o artista está a expor esculturas de dois grandes guerreiros nacionais que são a Rainha Nzinga Mbandi e o Rei Mandume.

“Nós queremos mostrar ao público que com o material reciclado pode-se fazer um bom aproveitamento, assim como estamos a ver aqui, dando sustentabilidade à esta arte”, disse um dos coordenadores do projecto, Nilton Noé João Faustino.

A FILDA que teve a abertura oficial no dia 30 de Novembro, continua a abrir as portas ao público, e vai terminar neste sábado 04 de Dezembro.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *