Dia do coração: Veja os alimentos alistados que são amigos do órgão


Assinalou-se neste terça-feira (29) de Setembro, ‘dia do coração’, em alusão a data a médica geral Sigiride Francisco em conversa com o AngoRussia alistou alguns alimentos que ajudam o funcionamento do coração, e factores que influenciam o desgaste do mesmo, com o objectivo de alertar e conscientizar a população sobre a importância de manter hábitos saudáveis ​​e preservar a saúde do coração.

As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo, de acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS / OMS), o que motivou a criação da data. Por trás desta doença estão vários factores dentre elas o colesterol que foi tido como o principal causador da mesma, mas pelo contrário ele tem níveis e chega a ser benéfico segundo falou a médica Sigiride.

Publicidade

“Na lista de algumas causas das doenças cardiovasculares e factores de risco constam a obesidade, alcoolismo, tabagismo, estresse, diabetes, níveis de colesterol elevados, sedentarismo, uso de anticonceptivos hormonais”, disse a especialista.

A médica Sigiride alistou alguns alimentos que ajudam o bom funcionamento do coração:

 • Abacate: rica em ácido oleico, uma gordura monoinsaturada que ajuda a diminuir os níveis do mau colesterol (LDL) e aumentar os do bom (HDL).

 • Aveia: ricas em HDL e por consequência ajudam a diminuir o LDL.

 • Ovo: fonte de colesterol e muitas vitaminas e minerais como zinco, ácido fólico, cálcio, vitamina A e E importantes no nosso sistema imunológico e na inflamação.

 • Soja: ricas em HDL e por consequência ajudam a diminuir o LDL.

 • Cacau: rico em polifenóis que auxiliam na redução da inflamação e na melhora dos níveis de colesterol. Consumir com moderação de chocolate com teor igual ou maior que 70% de cacau.

 • Azeite extravirgem: ricas em HDL e por consequência ajudam a diminuir o LDL.

 • Sardinha: peixes que possuem boas quantidades de Ômega-3 e zinco, importante no controle do colesterol.

 • Frutas: ricas em HDL e por consequência ajudam a diminuir o LDL.

Colesterol HDL é a abreviatura de high density lipoproteins, que traduzindo significa lipoproteínas de alta densidade, também conhecidas como “bom colesterol”. Quanto maior o nível de colesterol HDL, menor a probabilidade da pessoa desenvolver uma doença cardíaca.

Colesterol LDL é a abreviatura de low density lipoproteins, ou seja, lipoproteínas de baixa densidade, também conhecidas como “mau colesterol”, quanto maior o nível de LDL no sangue, maior é a chance do indivíduo desenvolver uma doença cardíaca.

Colesterol VLDL é a abreviatura de very low density lipoprotein, que significa lipoproteína de densidade muito baixa, também considerada colesterol ruim.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *