Sudão corta internet móvel em todo país para evitar “cábulas” durante as provas


De modo a evitar que os estudantes do ensino secundário “cabulassem” nos exames, as autoridades sudanesas decidiram nesta sexta-feira, 18 de Junho, cortar a internet móvel durante três horas em todo o país, a partir deste sábado, 19 de Junho.

As autoridades daquele país se comprometeram a cortar a internet durante três horas, das 08:00 às 11:oo, até o final do mês, data do termino dos exames. A decisão foi tomada a pedido da Procuradoria-Geral da República do Sudão.

Publicidade

O objetivo de cortar o serviço de internet dos ‘smartphones’ durante três horas é assegurar a confidencialidade dos testes que serão feitos por cerca de 500.000 estudantes.

O corte da internet móvel afetará um total de 20 milhões de cidadãos que contrataram o serviço. E para restituir a perda das empresas de telecomunicações e diferentes sectores económicos, o governo sudanês anunciou que irá implementar um plano para os compensar.

As autoridades garantiram que os serviços de internet por cabo não serão afetados, e tão pouco serão interrompidos o trabalho nos bancos, empresas e instituições governamentais em todo o país.

Vale lembrar que não é a primeira vez que o governo sudanês implementa esta medida, a primeira vez foi o ano passado, depois de receber queixas de que muitos estudantes usaram os seus ‘smartphones’ nos exames de bacharelato e trocaram perguntas e respostas através de redes sociais.

Por: Victória Pinto


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *