Morre mulher diagnosticada com gripe A


162 partilhas

 A cidadã angolana diagnosticada com gripe A (H1N1) morreu numa das unidades sanitárias de Luanda, confirmou, nesta quinta-feira, o chefe do departamento de controlo de doenças da Direcção Nacional de Saúde Pública, Peliganga Baião.

Em declarações à Televisão Pública de Angola (TPA), Peliganga Baião informou que os técnicos de saúde com quem a paciente contaminada manteve contacto directo estão sob vigilância médica e vão aguardar durante um período de sete dias.

Publicidade

Explicou que o tempo de transmissibilidade da doença é de sete dias.

Sublinhou que outras quatro pessoas, entre familiares e pessoal de saúde, apresentaram sintomatologia, mas os resultados se revelaram negativos.

Sobre a vigilância nos aeroportos, deu a conhecer a existência de um microscópio no local de passagem, com capacidade de fazer avaliação da temperatura dos pacientes.

Todavia, disse, os mesmos devem notificar previamente no local de partida, caso haja alguma ocorrência de síndrome respiratória, para serem tomadas as devidas precauções.

Proveniente de São Paulo (Brasil), a vítima encontrava-se em isolamento, desde que lhe foi diagnosticada a doença. Trata-se da primeira morte por gripe A, oficialmente divulgada no país.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

162 partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *