Angolano interpreta Rei Mago vindo de África e torna-se destaque na Polônia


1.6k partilhas

A Polônia é um país onde a maioria dos cidadãos são cristãos católicos e no passado dia 6 de Janeiro, foi feriado alusivo ao mítico dia dos “Três Reis Magos”, uma das festividades religiosas mais importante daquele país, em que para a surpresa de muitos, o papel do Rei Mago vindo de África foi interpretado por um angolano que está a dar que falar na imprensa local.

Angolano interpreta Rei Mago vindo de África e torna-se destaque na Polônia
Aneta Zurek jornais Gazeta Krakowska e Dziennik Polski.

Neste ano, o representante do continente Africano pela primeira vez na história em Cracóvia e após 9 anos desde o início destas festividades, foi o angolano Ernesto Bumba que deu vida ao Rei Mago que veio de África. Foi um feito nunca antes visto naquela cidade, razão pela qual, foi noticiado nas capas de revistas de muitos jornais locais.

Ernesto Bumba é formado em engenharia de Geologia e minas na Universidade de Ciências e Tecnologia de Cracóvia [AGH] na faculdade de Petróleo e Gás e actualmente frequenta o primeiro ano de mestrado no curso de logística empresarial e gestão da cadeia de suprimentos no Instituto Superior Bancário de Cracóvia. Bumba, é também o presidente da associação dos estudantes angolanos na República da Polónia. Uma associação composta por 150 estudantes angolanos.

Angolano interpreta Rei Mago vindo de África e torna-se destaque na Polônia
Aneta Zurek jornais Gazeta Krakowska e Dziennik Polski

Os Três Reis Magos (Gaspar, Baltazar e Melchior), na tradição da religião cristã, são personagens que teriam visitado Jesus logo após o seu nascimento, trazendo-lhe presentes, mencionados apenas no Evangelho segundo Mateus. São figuras constantes em relatos da natividade e nas comemorações do Natal. E nas festividades, toda a Polônia, pára e, cada cidade organiza grande parada onde todos da cidade vão assistir e comemorarem a data.

 

Por: Benedito Lurdes


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

1.6k partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *