Morre aos 50 anos, o treinador de andebol Gerónimo Neto “Jojó”


9 partilhas

O antigo seleccionador nacional sénior feminino de andebol, Gerónimo Neto, mais conhecido por “Jojó”, morreu na madrugada desta terça-feira (16) no hospital geral da cidade de Luanda.

Morre aos 50 anos, o treinador de andebol Gerónimo Neto "Jojó"

O nacionalista angolano e treinador de andebol da selecção feminina que se encontrava aposentado, começou a praticar desporto sendo atleta nos anos 80 em Luanda, morreu aos 51 anos, realizando o sonho de muitos angolanos com inéditos títulos nos campeonatos mundiais onde Angola ocupou a décima posição entre dez países do mundo.

“Jojó” como treinador de andebol feminino ganhou o reconhecimento no mundo desportivo foi o que mais títulos conquistou com selecção de andebol feminino ocupando lugares de destaques em campeonatos mundiais.

Nos anos 2000 e 2005, marcam a sua primeira experiência como treinador angolano no estrangeiro, concretamente em Odivelas (Lisboa), onde começou com iniciados e acabou a treinar os seniores masculinos da mesma agremiação.
Como treinador principal da selecção feminina aos Jogos Olímpicos de Sidney -Austrália em 2000, conquistou o 7º lugar com a equipe angolana na Copa do Mundo de 2007 na França continua sem igual até o momento.

Quando regressa a Angola, volta a treinar a selecção nacional sénior feminina, e a levou ao Mundial de São Petersburgo -Rússia, em 2006 venceu o Campeonato Africano disputado em Tunes -Tunísia.

Por: Manuela Hália


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

9 partilhas

2 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

  1. Quem é o estagiário que escreveu esta ´´bosta´´,que voces chamam de noticia? não façam copy-past,escrevam mesmo vosso artigo…. triste