Sobrinho mata tio a paulada por achar que este era feiticeiro


Um cidadão de 27 anos de idade matou supostamente o tio camponês, de 64 anos, por desconfiar que este era feiticeiro. O acusado terá usado um pau para golpear a zona craniana da vítima que morreu imediatamente, na aldeia de Kahindje, comuna da Negola, a 78 quilómetros do município de Caluquembe.

O homem foi detido preventivamente nesta quarta-feira, (03) de Março, pelo Serviço de Investigação Criminal da Huíla, de acordo apurou o Novo Jornal.

Publicidade

Após investigações feitas pelo SIC-Huíla, o magistrado do Ministério Público (MP)decretou a medida de coacção mais gravosa.