Papa Francisco apoia o direito de homossexuais constituírem família


Depois de ter aberto a porta da Igreja aos homossexuais, agora Papa Francisco declarou que apoia o direito dos mesmos constituírem família.

Durante uma entrevista concebida para um documentário intitulado “Francesco”, apresentado no Festival de Cinema de Roma, a entidade cristã defendeu, nas suas palavras, que “os homossexuais têm o direito a ter uma família.

Publicidade

“Os homossexuais têm o direito a pertencer a uma família. São filhos de Deus e têm direito a uma família. (…) Temos de criar uma lei de união civil. Assim beneficiam de proteção legal”, disse.

Estas palavras causaram surpresa nos sectores  mais conservadores, mas receberam aplausos de várias pessoas em todo o mundo.

Papa Francisco já tinha evocado esta possibilidade, sobretudo enquanto arcebispo de Buenos Aires, mas não tinha abordado ainda a necessidade de criar um enquadramento legal que salvaguarde a proteção do direito à união.

Apesar desta declaração, Francisco mantém a figura do casamento reservada às uniões entre um homem e uma mulher.

No caso dos homossexuais, diz que é preciso criar uma união civil para proteger legalmente as relações entre pessoas do mesmo sexo.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *