“Igreja Mensagem do Último Tempo” se pronuncia sobre o caso do pastor que violou menina de 4 anos


Após ter tomado conhecimento do caso do suposto pastor que abusou sexualmente de uma menina de 4 anos e que deu origem à diversas interpretações pondo em causa o seu bom nome, a “Igreja Mensagem do Ultimo Tempo”,  elaborou uma nota onde esclarece aos meios de comunicação social e ao público em geral que não tem qualquer tipo de laço com o acusado, apesar deste ter sido conotado como membro da instituição religiosa. 

No documento ao qual o AngoRussia teve acesso na tarde desta quinta-feira (21) de Janeiro, a Assessoria de Comunicação da igreja, esclareceu que a instituição repudia qualquer tipo de violência, e que o pastor acusado não tem nenhum vínculo com a “Igreja Mensagem do Ultimo Tempo”.

Publicidade

“A referida notícia atribui a autoria do acto a um alegado pastor da denominada igreja: “Mensagem do Último Tempo”, e vimos esclarecer o seguinte:

1. As denominações religiosas são instituições de bem e repudiam qualquer tipo de violência;

2. A IMUT informa que o suposto autor do crime, não é pastor da nossa instituição;

3. No município do Soyo, província do Zaire, existem apenas 8 igrejas superintendidas pela IMUT e que se encontram devidamente cadastradas pela repartição municipal da Cultura”, pode ler-se no documento.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

Um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *