Governo pretende transformar água do mar para o consumo em Luanda até Março deste ano


O Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente junto ao Governo Provincial de Luanda, celebraram nesta terça-feira, 25 de janeiro, um avanço significativo que visa implementar uma “estratégia nacional de educação ambiental” de processos químicos da retirada de excesso de sal e outros minerais da água do mar até março do ano em curso, permitindo assim que esta possa ser consumida pelos citadinos.

De acordo com o Ministro da Cultura, Turismo e Ambiente, Filipe Zau, a dessalinização da água do mar, a recolha e transformação de plásticos em combustível de baixo preço constituirá numa forma de abertura ao turismo, criando assim muitos postos de emprego para a diversificação da economia nacional.

Publicidade

Para que o projecto siga a diante, serão instaladas unidades de dessalinização de águas em algumas zonas da cidade capital que processarão os resíduos plásticos apoiando-se nos princípios de biorrefinaria integrada para a produção de combustíveis, assim  como a reutilização de resíduos sólidos urbanos para a produção de energia térmica e elétrica.