Bancos Comerciais preparam-se para atender directiva do BNA


Os Bancos Comerciais estão a preparar-se para colocar em prática à Directiva 09/2021 do BNA, que os sujeita a abastecerem os caixas automáticos (ATM) num mínimo de 95% da capacidade total, do dia 25 de cada mês a 5 do mês seguinte, bem como a adoptarem horários extraordinários, incluindo aos sábados, para atenderem os clientes em época de pico.

Num programa difundido, no dia 11 de Setembro, pelo Canal A da Rádio Nacional de Angola, representantes do BNA  (Banco Nacional de Angola), Banco Atlântico, Banco de Poupança e Crédito (BPC) e o Banco Angolano de Investimentos (BAI) disseram que esperam estar conformados com a directiva a 15 de Setembro, no início do prazo concedido pelo banco central para a aplicação da medida.

Publicidade

O Director do Departamento de Sistemas do Banco Nacional de Angola (BNA), Edgar Costa,  apontou o encerramento de 100 agências bancárias nos últimos 10 meses e a regularidade do pagamento de salários observada nesse período, entre o  principais motivos do grande fluxo de clientes nas agências bancárias e ATM e aconselhou aos bancos a optarem pelos aplicativos digitais, como forma de contornar a situação.

O Director de Marketing do BPC, José Matoso, garantiu o empenho da direcção do banco em  solucionar os problemas registados no sistema, provocados por um ataque cibernético ocorrido no dia 13 de Julho, que limitou, em grande medida, a capacidade do banco em lidar com determinadas questões técnicas. Mas já conseguiram recuperar até 80 por cento da capacidade e muito em breve estarão em condições de cumprir a directiva.

Para o director de Comunicação e Gestão de Investimentos do BAI, Fábio Correia, a redução do fluxo de clientes em época de pagamentos, passa pela introdução de aplicativos utilizados com facilidade pelos consumidores nos mercados informais.

Já o banco Atlântico afirmou possuir uma Direcção de Self Banking, bem como modelos de funcionamento e operacionalização com potencial para assegurar, no seu parque de ATM, um serviço regular em todos os pontos de atendimento, em regime de disponibilidade contínua, todos os dias durante 24 horas.

 Numa norma, emitida recentemente, o Banco Nacional de Angola (BNA), orienta os bancos comerciais a proporcionar aos clientes, um serviço de qualidade que passa por manter os ATM (multicaixas) abastecidos em quase 100 por cento, e apelou aos bancos com maior movimento a alargarem os dias de trabalho até aos sábados. A instituição incumpridora desta medida estará sob penalização, prevista por lei.