Chuvas em Luanda fazem 14 mortos e deixam mais de 8 mil desalojados


As chuvas torrenciais que  provocaram o caos em Luanda, nesta segunda-feira (19) de Abril, fizeram pelo menos 14 mortos, mais de 8.000 pessoas desalojadas, dois feridos, e mil e 600 residências inundadas, segundo dados transmitidos esta noite pelo porta-voz do serviço de proteção civil e bombeiros.

A chuva, que começou às  5h00 da  manhã, danificou pontes, derrubou árvores,  provocou o transbordo de várias bacias de retenção, e  causou, igualmente, avaria de  viaturas, muitas das quais ficaram submersas.

Publicidade

Faustino Minguês referiu que as  mortes foram, maioritariamente, causadas  por electrocussão e desabafamento de paredes, foram registado  no município de Luanda com 5 mortos, enquanto nos municípios do Cazenga, três pessoas morreram, no Cacuaco outras duas e igual número em Viana e Kilamba Kiaxi, que morreram em consequência de eletrocussão e desabamento de paredes, enquanto uma criança de um ano e a sua mãe foram arrastada pelas águas.

Há também a registar dois feridos e 1617 casas inundadas, num total de 8.165 pessoas afetadas.

De acordo com o porta-voz do Serviço Nacional de Protecção Civil e  Bombeiros, há previsão de chuvas para os dias  19,  20 e 21 de Abril, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia ( INAMET).


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *