Parceiros devem ou não mexer no telemóvel um do outro? Casais afirmam que não


3.6k partilhas

A privacidade no relacionamento é um tema que continua a gerar constantes e fervorosas abordagens. Não obstante o facto de um casal partilhar várias coisas e momentos íntimos, existe um número elevado de pessoas que são apologistas de que quando o assunto é ‘telefone do parceiro’ o melhor mesmo é não mexer, para evitar aborrecimentos desnecessários.

Em conversa que a nossa equipa manteve com 10 casais de diferentes faixas etárias, com idades compreendidas entre os 18 aos 50 anos, tomou-se nota de que uma das grandes razões de zangas nos relacionamentos é o telefone. Em função disso 70% dos entrevistados disse ser errado, desnecessário e até melhor para a relação os parceiros não mexerem um no telefone outro.

“Há coisas que escrevemos nas redes sociais, principalmente no WhatsApp só para interagir com outras pessoas, nada que se possa levar a sério ou que se constante naquilo que é a nossa vida real. Mas coisas essas que aos olhos dos parceiros podem não ser encaradas como normais, então o melhor é ninguém mexer no telefone de ninguém, até porque quem confia não tem nada para coscuvilhar”, disse um dos entrevistados.

Por outro lado há quem considere controverso e até suspeito o facto de um casal não ter intimidade o suficiente saber os códigos dos telefones, e mexer a vontade.

“Vamos supor que o meu marido esteja a passar mal e que o único telefone disponível e com saldo seja o dele, e que eu não tenha acesso ao mesmo porque tem código. Deixo de pedir socorro por um detalhe muito simples, o que pode complicar mais ainda as coisas, então para mim o casal não só pode como deve mexer nos telemóveis com a maior liberdade”.

Casais com maior experiência disseram que os parceiros podem ter acesso aos telemóveis um do outro, mas que não é ético agir como se o telefone de um pertencesse taxativamente a outro, pois antes de serem um casal, são seres individuais e as vezes precisam de espaço para usufruir dessa individualidade.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

3.6k partilhas