José Eduardo Agualusa inaugura exposição de fotografia e literatura em Maputo


Está a ser inaugurada nesta quarta-feira, 1 de dezembro, no ”Centro Cultural Português”, em Maputo, a exposição de fotografia e literatura “O Mais Belo Fim Do Mundo”, da autoria de José Eduardo Agualusa.

O projecto “O Mais Belo Fim Do Mundo” é uma celebração da amizade construída através do amor à língua portuguesa. A língua viaja pelo mundo e com ela também o amor à palavra, tão presente na plasticidade da língua portuguesa, em todos os continentes.

Publicidade

Nesta iniciativa são apresentados dois momentos que têm em comum a fotografia de José Eduardo Agualusa. Num primeiro momento são exibidas imagens da Ilha de Moçambique, onde o autor actualmente vive. Todas as imagens são acompanhadas de um texto do seu grande amigo escritor moçambicano Mia Couto.

Num segundo momento, o público poderá fruir de uma criativa instalação cenográfica que acolhe retratos de vários escritores de Língua Portuguesa registados por Agualusa em diferentes ocasiões, por todo o mundo. O projeto artístico desta exposição esteve a cargo da curadora e editora brasileira Lucia Bertazzo.

José Eduardo Agualusa, nasceu na cidade do Huambo, em Angola, a 13 de dezembro de 1960, estudou Agronomia e Silvicultura. Viveu em Lisboa, Luanda, Rio de Janeiro e Berlim. Atualmente
vive e trabalha na Ilha de Moçambique. É romancista, contista, cronista e autor de literatura
infantil. Os seus romances foram distinguidos com os mais prestigiados prémios nacionais e
estrangeiros, como, por exemplo, o Grande Prémio de Literatura RTP (atribuído a Nação Crioula,


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *