Dj Bruno Ag apela aos rappers angolanos: “Revejam a forma de fazer rap, muito ego vai estragar a cultura”


Nesta terça-feira, (27) de Abril, o Dj angolano Bruno Ag mostrou o seu descontentamento sobre a forma como os rappers nacionais têm conduzido o movimento “Rap” no país. O artista aproveitou para apelar aos colegas a reverem as técnicas e composições, alertando para um declínio da audiência do estilo em Angola.

Bruno usou a sua página do Twitter para fazer a “chamada de atenção” e frisar que se as coisas continuarem da forma que estão o rap vai acabar por não ser consumido pelos angolanos, tal como se tornou o reggae, na sua opinião.

Publicidade

“Meus irmãos do rap angolano, é melhor reverem  bem a forma de fazer rap, ou então vai acabar como o reggae aqui. Ninguém ouve, muito ego vai estragar a cultura. Fui a uma festa e nem sequer um rap tocou, essas vossas letras de ostentação e etc, é que estão a estragar tudo”, declarou o Dj.

No que lhe diz respeito, Reptile respondeu o Dj ao dizer: “Os Dj´s angolanos Nunca foram de tocar rap angolano. Nos últimos anos apareceram alguns que deram um empurrão mas em geral Nunca tivemos esse suporte, eles que toquem o que já se lançou”.

Por sua vez, Dj Ritchelly decidiu também participar da conversa e se pronunciou dizendo: “Aonde os cotas falham! Mas deixa pra lá, o bom é que temos prova de tudo”.

Depois do posicionamento de Ritchelly, Reptile soube reconhecer o que os dj´s em questão já fizeram para o estilo rap ser conhecido e ouvido em festas e declarou: “Dj Ritchelly fazes parte dos que apareceram e deram um empurrão, mesmo o AG também, mas a maioria nepias”.

 

 

 

Por: Anicia Gamboa


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *