Edy Sexy fala sobre discriminação: -“Sua energia é melhor utilizada trabalhando”


O cantor e empresário angolano Edy Sexy, usou na manhã desta terça-feira (30) de Setembro, a sua página da rede social Instagram para abordar sobre a discriminação diária que muitas pessoas sofrem por causa da sua aparência física, estereótipo, entre outros. 

Discriminação é qualquer distinção, exclusão ou restrição de preferência, que se baseia em qualquer fundamento como a cultura, a origem étnica, a nacionalidade, a orientação sexual, a religião, a deficiência física ou outras características que não são relevantes para o assunto em questão. Por meio desta, o também conhecido “Professor Supremo” Edy Sexy levou um tema muito pertinente que nos últimos meses tem sido bastante abordado nas redes sociais e outros meios de comunicação, e fez com que suas seguidores partilhassem também as suas experiências em relação a discriminação.

Publicidade

“Quando for discriminada pelo seu gênero ou pela sua idade ou pela sua aparência (…), pergunta a si mesma a seguinte questão: ‘Essa é mesmo a pessoa que está entre mim e o que eu quero fazer?’. Se a resposta for não, ignore ‘a discriminação’ e siga em frente. Sua energia é melhor utilizada trabalhando e afastando pessoas assim”, escreveu.

A discriminação ainda é uma questão de Direitos Humanos de grande relevância pois, as pessoas que são alvo do mesmo são limitadas no seu potencial de desenvolvimento humano, no exercício da cidadania activa e, muitas vezes restringidas no acesso ao emprego, aos serviços de saúde, à educação e à habitação.

E ela trás uma serie de consequências são graves e directas para quem é discriminado, mas é preciso perceber que toda a comunidade é afetada quando a discriminação é tolerada, uma vez que ela promove pobreza e exclusão social, contribuindo para sociedades mais empobrecidas do ponto de vista económico e social, mais expostas à violência e à insegurança.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *