Presidente da FIFA quer visitar Angola


430 partilhas

O Presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), Artur Almeida e Silva revelou que o seu homologo o presidente da Federação Internacional de Futebol (FIFA), Gianni Infantino, suíço-italiano de 48 anos, poderá visitar Angola pela primeira vez nos próximos meses.

De acordo com Artur Almeida e Silva noticiado pela Lusa, a visita está apenas a depender das estruturas de Estado, no sentido de fazer com que essa visita seja o mais proveitosa possível.

“É para breve. O presidente Infantino está interessado em vir a Angola ainda nos próximos meses. Nós estamos apenas dependentes da concertação das nossas estruturas de Estado, no sentido de fazer com que essa visita seja o mais proveitosa possível.”

Artur Almeida e Silva, primeiro agente FIFA no país, acredita que a vinda do responsável daquele organismo trará mais benefícios ao futebol nacional – a nível de infraestruturas, a título de exemplo.

“Creio que devemos aproveitar ao máximo esta visita, de forma a galvanizarmos os projectos que temos para o futuro, sobretudo no futebol jovem”, realçou Artur Almeida e Silva.

O dirigente não revelou o tempo estimado que o presidente daquele organismo estará no país, contudo, a FAF fornecerá mais dados nos próximos dias, a fim de evitar especulações.

Com esta informação, tudo indica que surgirão debates nos órgãos de informação e nos bastidores, onde é muito criticada a actual classificação do país no ranking da FIFA, o 141.º lugar.

Recorde-se que Gianni Infantino sucedeu ao seu compatriota, Joseph Blatter, em Fevereiro de 2016, data cuja a actual direcção da FAF era presidida pelo general e ex-embaixador de Angola na Zâmbia, Pedro de Morais Neto.

De realçar ainda que os inspectores da FIFA visitaram recentemente algumas infraestruturas angolanas, com destaque para o Estádio Municipal 4 de Janeiro, na província do Uíge, onde ocorreu o incidente que provocou 17 mortos e 59 feridos, em Fevereiro de 2017.

 


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

430 partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *