Não foi desta vez Cristiano! Napoli vence Juventus e leva Taça de Itália


Cristiano Ronaldo falhou a conquista, no Olímpico de Roma, frente ao Nápoles de Mário Rui, da 73.ª edição da Taça de Itália, vendo a Juventus desperdiçar, no desempate por grandes penalidades (4-2), após um nulo nos 90 minutos, a 14.ª vitória na história da competição.

Não dá para ser campeão sempre. Buffon até salvou a vida da Juventus pelo menos três vezes no tempo normal e garantiu o 0 a 0. Mas o Napoli foi melhor na cobrança das grandes penalidades e levantou sua sexta Taça da Itália, na final desta quarta-feira (17) de Junho, no Estádio Olímpico de Roma que esteve vazio. Dybala e Danilo erraram os pênaltis pelo lado da equipa de Turim, e todos converteram no time de Nápoles, que volta a erguer a taça depois de seis anos.

Publicidade

Em termos pessoais, Ronaldo, que nem sequer teve a possibilidade de converter o respectivo penálti (tinha falhado um nas meias-finais, frente ao Milão), viu adiada a conquista do 27.º troféu da carreira, a nível de clubes, acabando consequentemente por deixar escapar o pleno (após ter vencido o scudetto e a Supertaça no primeiro ano de Juventus) em Itália, proeza já alcançada nas passagens por Inglaterra e Espanha.

O Nápoles, que igualou os seis troféus da Fiorentina, no quinto lugar do ‘ranking’, liderado pela Juventus, com 13, já tinha arrebatado a ‘coppa’ em 1961/62, 75/76, 86/87, 2011/12, também numa final com a equipa de Turim (2-0), e 2013/14.

A Juventus, por outro lado, perdeu o segundo título da temporada, depois de também ter saído derrotada da Supertaça de Itália diante da Lazio. A Juventus têm agora por conquistar o campeonato, liderança que disputa taco a taco com a Lazio, e a Liga dos Campeões, prova em que está em desvantagem nos oitavos de final diante do Lyon.

 


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *