OMS altera sobre nome da doença para evitar linguagem racista


A Organização Mundial da Saúde (OMS), anunciou, nesta segunda-feira, 28 de Novembro, a alteração do nome da doença “monkeypox” para “mpox” para evitar uma linguagem racista e estigmatizante por parte da população mundial como aconteceu quando o surto se expandiu no início do ano.

Foto: DR

Segundo um comunicado da OMS, a utilização do novo termo “mpox” surge como sinónimo de “monkeypox”, porém, os dois nomes poderão ser utilizados simultaneamente durante um ano, período após o qual o nome monkeypox será eliminado definitivamente.

No documento, a Organização Mundial da Saúde explica, também, que a mudança de nome da doença é resultado da petição de vários indivíduos e países diferentes que manifestaram a preocupação de alteração de nome.

Para a OMS, quando o surto de “monkeypox” se expandiu no início deste ano, “foi observada e comunicada à OMS uma linguagem racista e estigmatizante na internet, noutros contextos e nalgumas comunidades”.