Hospital Geral de Lobito diagnostica cinco novos casos de VIH por semana


24 partilhas

Mais de 3.630 pacientes com VIH/SIDA, na sua maioria mulheres, estão a ser acompanhados em terapia antirretroviral pelo Centro de Aconselhamento e Testagem Voluntária (CATV) do Hospital Geral do Lobito, na província de Benguela.

O aumento na afluência é resultado das campanhas de sensibilização do centro nas igrejas, escolas, mercados, entre outros locais, que têm contribuído para a mudança de consciência de muitos pacientes que, conhecendo seu estado serológico, procuram assistência adequada.

Publicidade

Falando à imprensa, a responsável pelo CATV, Ana Santos, informou que num intervalo de três meses, os seropositivos passam pelo centro de aconselhamento e recebem os medicamentos à base de comprimidos, de acordo com o preconizado pelo Instituto Nacional de Luta contra a Sida (INLS).

A psicóloga salienta que a adesão ao centro vem crescendo desde a sua abertura, em 2006. Segundo aquela responsável, as acções educativas realizadas pela organização em que dirige, surtiram efeitos positivos no seio de muitas famílias no Lobito, das quais deixaram de discriminar os seropositivos, fruto das informações que recebem dos especialistas.

Recorde-se que de Janeiro a Setembro de 2018, dois mil e 924 pacientes foram testados na instituição, dos quais 393 deram positivo, totalizando 3.640 pacientes em acompanhamento e, em média são diagnosticados cinco novos casos de VIH por semana, sendo a faixa etária dos 15 aos 44 anos de idade a mais atingida.

 

 

Por: Benedito Lurdes


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

24 partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *