“41% da população angolana é pobre”, diz relatório do IDREA


De acordo com os dados do relatório sobre Despesas, Receitas e Empregos em Angola  do IDREA apresentados nesta quinta-feira (5) de Dezembro, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a incidência de pobreza no país é de 41 por cento, afectando cerca de 12 milhões de pessoas.

Real Madrid X Barcelona 19-20

Segundo Paulo Fonseca director-geral adjunto do INE, o inquérito realizado para produzir o relatório identificou 41% da população sob condições de pobreza o que corresponde a 11.947.270 pessoas com nível consumo abaixo da linha de pobreza.

A taxa da pobreza ocorre com grandes diferenças entre as áreas urbanas e rurais, agrupadas por regiões dentre as quais a mais afectada é a rural onde, a taxa é de 57,2 %, incidindo sobre 6.643.811 pessoas, enquanto na zona urbana é de 29,8 %, afectando 5.303.459 pessoas.

Sendo que as mais atingidas  são as zonas rurais que correspondem às  províncias do Cunene, Huila e Namibe, bem como para as zonas urbanas do centro e norte do país onde se situam, a província do Huambo, Bie, Benguela, Cuanza-Sul, Cabinda, Uige e Zaire, segundo Paulo Fonseca.

A taxa de consumo médio total mensal por pessoa e por mês está acima de 17 mil kwanzas, o que representa cerca de 22mil para a zona urbana e acima de 10mil para a rural.

 

Por: Maiana Mvuatu


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

Um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *