Filme angolano “Nossa Senhora da Loja do Chinês” nomeado no “Red Sea International Film Festival”, na Arábia Saudita


A filme angolano de longa-metragem de ficção “Nossa Senhora da Loja do Chinês”, escrito e realizado por Ery Claver, encontra-se entre os selecionados para a competição de “Melhor Filme”, da 1.ª edição do “Red Sea International Film Festival”, a realizar-se de 1 à 10 de Dezembro, na cidade de Jeddah, na Arábia Saudita.

Foto: Geração 80

Segundo um comunicado de imprensa submetido ao AngoRussia, o filme vai disputar o prémio de “Melhor Filme”, numa categoria onde serão exibidos produções cinematográficas desafiantes e inovadoras com grandes narrações de vozes emergentes e estabelecidas, celebradas com o grande prémio atribuído por um júri internacional.

Com o tema Filmis Everthing (O Filme é Tudo), o festival apresenta-se como uma plataforma diversificada e abrangente que celebra todas as facetas da produção cinematográfica.

O enredo gira em torno do casal Bessa e Domingas que vivem uma nuvem fúnebre sobre eles e sobre a casa. Quando um comerciante chinês traz para um bairro de Luanda uma singular imagem de plástico sagrado de Nossa Senhora, uma mãe enlutada busca a paz, um barbeiro atento inicia um novo culto e um jovem desorientado procura vingança por seu amigo perdido. Este bizarro conto urbano revelará uma família e uma fachada de cidade cheia de ressentimentos, ganância e tragédia.

O filme que estreou mundialmente em Agosto de 2022, no Locarno Film Festival, já esteve em exibição no International Film Festival of Índia, Porto Post Doc Film Festival, Festival do Rio, BFI London Film Festival e Film Fest Ghent.