Preto Show:- “Criticam a forma que eu falo, mas ninguém me pagou escola”


1.8k partilhas

Petro Show voltou a falar publicamente do seu passado sofrido, ao partilhar nesta quinta-feira (04) de Junho, uma mensagem que desencadeou uma profunda reflexão, e na mesma linha de pensamento, o artista recordou as reviravoltas que a vida dá.

Quem conhece sua história de vida, sabe que Preto Show antes de ser reconhecido nacional e internacionalmente, teve uma juventude complicada, onde chegou a passar fome, sujeitou-se a fazer trabalhos como lavar carros, motoboyz, entre outros para poder sobreviver.

Recorrendo ao seu passado, o autor de vários sucessos como “Sacanagem”, “150 BPM”, levou uma vez mais as redes sociais, uma mensagem motivadora que encoraja as pessoas a serem persistentes na luta dos seus sonhos e objectivos, recordando que até ontem não tinha o que comer, mas hoje tem uma ‘broca’, em referência ao seu carro da marca Ranger Rover, revelou ainda que é muito criticado por não saber falar mas lembrou que ninguém lhe pagou escola, ainda assim, hoje tornou-se num dos músicos angolanos com mais sucesso a nível nacional e com estilo irreverente.

“Hoje a vida dá volta, estou a rolar numa broca antes não tinha o que comida para meter na boca. Mano eu vim de Cabinda, do norte de Angola. Criticam da forma que eu falo, mas ninguém me pagou escola”, escreveu o cantor.

View this post on Instagram

#Deusnocomando

A post shared by PRETO SHOW (@preto__show) on

PUB

Gostou? Partilhe com os teus amigos!

1.8k partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *