Homem que matou pai de Nick Minaj condenado a um ano de prisão


O homem que matou por atropelamento o pai da cantora norte-americana, Nicki Minaj, foi dado como culpado em audiência realizada nesta sexta-feira, 06 de Maio.

Charles Polevich, de 71 anos, foi condenado a um ano de prisão por atropelamento e fuga, numa audiência que aconteceu nesta sexta-feira (6 de Maio). O homem terá também de realizar serviços comunitários, sendo que a sua carta de condução foi suspensa.

De acordo com a publicação feita pelo site internacional ‘Newsday’, Polevich confessou ter atropelado Robert Maraj, em Nova Iorque, fugido e escondido o veículo debaixo de um pano quando chegou a casa.

A mãe da rapper revelou-se indignada com a sentença que considerou bastante pequena. “Não estou mesmo feliz… um ano na prisão. Não estou feliz com isso”, declarou Carol Maraj.