Anna Joyce recorda a forma como foi desdenhada durante o percurso da sua carreira


A considerada uma das maiores fazedoras de “hits” marcantes da nova geração, em Angola, Anna Joyce recordou recentemente a postura de algumas pessoas que várias vezes a critiram e desdenharam do seu trabalho. 

Depois do sucesso do seu último show realizado no espaço Restinga, a cantora fez questão de enfatizar as duras palavras que foi obrigada a ouvir durante o seu percurso profissional.

Publicidade

“Quando comecei “Não vai longe”, Hits a baterem, “Não é ela que escreve”, Outra label “Acabou mal”, Lancei o Puro “Depois disso acabou”, Veio o ANNA “É só marketing”, Lotei o Docks “É só discoteca”, Show sem oferecer convites “Encheu pelos convidados”, 29 DE ABRIL É NO COLISEU DOS RECREIOS Ya”, escreveu.

Anna Joyce é uma das vozes mais sonantes da música angolana, que com dois álbuns lançados no mercado, é autora de vários sucessos como “Puro”, “Destino”, “Eu Amo” e outros não menos importantes.

 


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *