Morre Bill Russell, um dos maiores jogadores da história da NBA


Bill Russell, um dos maiores jogadores da história da NBA, morreu aos 88 anos neste domingo, dia 31 de Julho. O lendário astro do Boston Celtics, que ganhou 11 campeonatos em 13 temporadas com a equipa e conquistou cinco prémios de MVP.

A notícia foi divulgada no perfil pessoal do Twitter do ex-jogador. De acordo com o comunicado, Bill Russell faleceu pacificamente com sua esposa ao seu lado.

“O mais prolífico ganhador da história do desporto americano apagou-se hoje calmamente com a idade de 88 anos, com a sua mulher Jeannine junto à cabeceira”, anunciou a família daquele que é considerado um dos melhores jogadores da história do basquetebol.

O primeiro jogador negro a atingir o estatuto de superestrela na NBA, Russell conta no palmarés com 11 títulos de campeão da Liga norte-americana e a medalha de ouro olímpica em 1956. Foi também o primeiro negro a treinar uma equipa de um grande campeonato, assumindo o comando dos Celtics entre 1966 e 1969.

Russell, que tinha 2,08 metros de altura e uma envergadura de braços de 2,24 metros, era sobretudo conhecido pelas qualidades defensivas.

Toda a sua carreira na NBA, de 1956 a 1969, foi feita com a camisola verde dos Boston Celtics, jogando 12 finais, das quais ganhou 11.

Essa série de vitórias ainda é um recorde nos grandes campeonatos profissionais norte-americanos, em igualdade com Henri Richard, da Liga nacional de hóquei no gelo.

Ao saber da morte de Russell, a NBA homenageou “o maior dos campeões de todos os desportos de equipa”. “Bill defendia algo bem maior do que o desporto: os valores da igualdade, respeito e inclusão, que inscreveu no ADN da nossa liga”, escreveu Adam Silver, o ‘patrão’ da NBA, em comunicado.

“No cume da sua carreira desportiva, Bill defendeu vigorosamente os direitos cívicos e a justiça social, uma herança que transmitiu às gerações de jogadores da NBA que seguiram os seus passos”, acrescentou Silver.