Tupuca entre as 10 startups mais promissoras da África Austral


O aplicativo angolano ‘Tupuca’, foi recentemente apontada como uma das dez startups mais destacadas da África Austral no período pandêmico, ao lado de gigantes como a Jumo, a Fintech, empresa sul-africana do sector financeiro, de acordo com a terceira edição do relatório da União Africana e da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

O país e o mundo vivem agora uma fase crítica, a paralisação de diversos serviços e estabelecimentos fez sobressair a eficiência da startup angolana ‘Tupuca’, como um dos exemplos de superação e resiliência. A empresa arrecadou cerca de 500 mil USD durante o período do pico da pandemia.

Publicidade

Além do Tupuca, outras empresas africanas ganharam destaque na área de Fintech que lidera o ranking com 264 trabalhadores e financiamento de 146 milhões de dólares, 293 vezes mais do que a angolana, educação, logística, comércio electrónico, e energias renováveis, três na África do Sul, duas da Zâmbia, duas do Zimbabué, uma do Botsuana e uma de Moçambique, e uma em Angola.

A Tupuca engloba o serviço de entrega, agora com seis anos desde sua criação em 2015, achou seu maior consumo na fase em que o país foi assolado fortemente com a pandemia do coronavírus, que forçou o encerramento de mais de 50% da força de trabalho.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *