Novo iPhone vai vir sem Touch ID


1 partilha

O Touch ID pode ter ficado para trás. De acordo com o analista especializado em fazer previsões sobre a Apple Ming-Chi Kuo, a empresa deve apostar somente no Face ID para os próximos lançamentos. A ferramenta, presente no iPhone X, reconhece o rosto do usuário por meio de infravermelho. Com isso, a Apple ficaria pelo menos até 2019 sem cogitar fabricar smartphones com leitor de impressões diretamente no display.

As análises são fruto de uma pesquisa compartilhada com o site 9to5Mac. O argumento central do estudo é que o reconhecimento facial como solução de segurança biométrica está a ser produtivo na linha do iPhone. Os smartphones Android, por outro lado, verão um aumento de 500% no emprego do leitor de impressões digitais na tela ao longo de 2019, segundo o especialista.

Para Ming-Chi Kuo, a Apple não está intimidada pela adoção do FOD – sigla em inglês para Fingerprint On Display, “Impressões Digitais na Tela”, em tradução livre – pelos concorrentes. Ao contrário, a fabricante está a usar o Android como teste para observação do emprego da tecnologia.

O pesquisador explica que o principal fator limitante para uso em grande escala é a necessidade de uma tela OLED de ponta, por enquanto presente apenas nos smartphones mais avançados.

O último estágio da adoção do FOD seria um sensor de tela inteira, o que é especulado por Ming-Chi Kuo para o final de 2019. O recurso traria mais conforto ao usuário, que poderia desbloquear o smartphone tocando em qualquer área do painel, e não apenas em uma parte específica.

 


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

1 partilha

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *