Huawei conta melhorar a competência de mais de 600 mil profissionais africanos de TIC até 2023


Com o objectivo de preencher a lacuna de talentos nesta área, avançando na transformação digital das indústrias, e com uma série de campanhas vocacionadas para o ecossistema de talentos na África subsariana, como “Seeds for the Future” e “ICT Competition”, a Huawei conta com a relização de programas de capacitação, melhorar a competência de mais de 600 mil profissionais de TIC até 2023. 

A empresa gigante em soluções tecnológicas, realizou recentemente em Angola um programa de capacitação em tecnologias avançadas e imersão cultural “Seeds for the Future” (Sementes para o Futuro), em parceria com a Unitel. Face às restrições impostas pela OMS pela pandemia COVID-19, a formação, que teve início dia 19 de Outubro, via online, contou com um total de 66 estudantes universitários das áreas das engenharias de Luanda, Benguela, Namibe e Malanje e teve fim na passada sexta-feira, (23) do mês em curso. O processo aconteceu em função da intenção da Huawei em melhorar a competência de mais de 600 mil profissionais africanos de TIC até 2023

Publicidade

Durante as formações que foram ministradas por especialistas globais da Huawei que incluem também um programa de imersão cultural e introdução ao mandarim, durante este período, os estudantes selecionados conheceram soluções inovadoras de redes de banda larga fixa e móvel 5G, de computação em nuvem, Internet das Coisas (IoT) e aprenderam mais sobre o conceito de cidades inteligentes.

Em visitas virtuais, os mesmos tiveram contacto com o ambiente de trabalho de uma empresa ‘gigante’ da área das tecnologias de informação e comunicação, a Huawei. Oportunamente, tiveram a oportunidade de interagir com os profissionais que estão na sede da multinacional, visitar os laboratórios de investigação e desenvolvimento, assistir a demonstrações de soluções tecnológicas inovadoras e aprender de perto quais as competências necessárias para ter sucesso na área das TICs, num ambiente multicultural, inovador e criativo.

De ressaltar que, o programa seleccionou os melhores estudantes de todo o país com menos de 30 anos de idade, matriculados a partir do terceiro ano em universidades ou institutos superiores acreditados pelo Governo de Angola nas áreas de estudo Engenharia Electrotécnica e Telecomunicações, Engenharia de Informática, Engenharia de Telecomunicações, Engenharia Electromecânica, Ciências da Computação, Engenharia de Redes, Informática de Gestão, Engenharia Mecatrónica e Engenharia Electrónica.

A competição global de tecnologias da informação e comunicação (TIC) da Huawei na África Subsariana arrancou no passado dia 10 de Setembro com uma cerimónia online. Sob o lema “Conexão, Glória, Futuro”, este evento é considerado o maior do género no continente africano, reunindo 14 países e atraindo mais de 50 alunos. A nível global, a Competição de TIC da Huawei 2019-2020 abrangeu mais de 70 países, com 150 participantes de mais de 2 universidades e faculdades.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *