HP reúne parceiros para uma interação a volta do tema “Tecnologia para pessoas e comunidade”


A empresa de tecnologia HP para a distribuição em Angola, realizou nesta quinta-feira, 24 de Novembro, no Hotel Palmeiras, o primeiro evento de parceiros responsáveis das empresas estratégicas dos sectores de serviços e tecnológicos, com objectivo de abordar o tema “Tecnologia para pessoas e comunidade”. 

Foto: AngoRussia/ Diakesse Pedro

O evento que teve uma duração de sensivelmente duas horas e meia, contou com a presença do Director Comercial da HP para a Distribuição em Angola, Miguel Pinheiro, Partner Business Manager HP, Victor Oliveira e o Director Comercial da Stylus Carlos Gomes.

Ao AngoRussia, Miguel Pinheiro destacou que um dos objectivos do encontro é poder agradecer a todos os parceiros da HP em Angola, pelo balanço positivo durante o ano fiscal de 2022.

“O principal objectivo era falar do canal e as vinte empresas que hoje estavam aqui são maiores empresas que trabalham com a HP, através dos nossos servidores oficiais aqui em Angola.  O grande objectivo era mostrar o nosso portfólio, a estratégia da HP em Angola, e agradecer-lhes pelo ano fiscal de 2022, que foi um ano extremamente positivo para eles e para nós por conseguirmos chegar a valores quase pré-pandémicos o que quer dizer também que a economia em Angola ajudou, mas acima de tudo acho que o trabalho feito pelos nossos parceiros foi bastante interessante e estamos muito gratos ao canal da HP aqui em Angola”, destacou.

Questionado sobre estratégias traçadas pela HP para se achegar as comunidades locais, o Director Comercial HP para a Distribuição em Angola adianta que para 2023 o objectivo é alcançar o sector da educação e a cultura, com vista a dar suporte.

“Essa é a nossa estratégia para o ano de 2023, aproximarmo-nos mais da educação e da cultura, é muito importante para nós conseguirmos identificar estes interlocutores, mas para o efeito precisamos deste mesmo canal, por isso é que nós também pedimos a estes vinte parceiros para nos ajudarem a identificar onde é que nós HP podemos realmente ter aqui algum impacto nas comunidades. HP em várias comunidades africanas neste momento já tem muitos trabalhos feitos a nível da educação e o que gostaríamos é de fazer o mesmo no ano 2023 com o mesmo nível de investimento em Angola, e conseguirmos ter uma ligação com o Ministério da educação tal qual tivemos hoje”, referiu.

Durante o evento, os responsáveis apresentaram os novos modelos portáteis HP que acarretam tecnologias de ponta, que pretendem revolucionar o mercado. Para Miguel Pinheiro, os preços a volta dos equipamentos HP são sempre atribuídos a pensar no bolso de todos os angolanos.

“Hoje em dia existe uma segmentação de portáteis um bocadinho para todas as carteiras, portanto o comprador angolano terá sempre oportunidade de ter a nossa tecnologia diferenciada nos preços e mais diferenciada naquilo que são as gamas de produtos, existem gamas mais balizadas para o retalho como existe outro produto diferente mais balizado com outro tipo de tecnologia e clientes finais com preços diferentes, mas penso que o nosso portifólio hoje é tão vasto e que é fácil para qualquer pessoa adquirir um portátil HP”