Facebook paga 4,2 mil milhões para “proteger” Zuckerberg de escândalo


O Facebook pagou quase cinco mil milhões de dólares à Federal Trade Commission  (FTC), para proteger o CEO Mark Zuckerberg de ser processado individualmente pela agência norte-americana no âmbito do escândalo da Cambridge Analytica, refere um grupo de acionistas num processo que foi tornado público na passada terça-feira e que foi reportado pela imprensa americana.

O valor foi pago para evitar que o CEO fosse nomeado ou forçado a prestar depoimento na queixa da Federal Trade Comission relacionada com o escândalo da Cambridge Analytica. Os referidos valores em causa, foram pagos adicionalmente aos 105.61 dólares americanos de um acordo estabelecido neste caso porque a Facebook não alertou os seus investidores sobre a recolha de dados da Cambridge Analytica.

Publicidade

Zuckerberg, a chefe operacional Sheryl Sandberg e outros diretores do Facebook concordaram em autorizar o acordo de milhares e milhões de dólares com a FTC como um  expresso para proteger Zuckerberg de ser nomeado na queixa da FTC e ser responsabilizado pessoalmente, ou até ser obrigado a prestar um depoimento, segundo informou a imprensa americana.

Na introdução do processo, os acionistas argumentam que Mark Zuckerberg encheu metodicamente a administração de amigos e funcionários, mas “quando directores reúnem a coragem de enfrentá-lo ou falar, Zuckerberg afasta-os”.

“Sem surpresa, a administração nunca fez um controlo sério à autoridade sem restrições de Zuckerberg. Em vez disso, habilitou-o, defendeu-o, e pagou milhares de milhões de dólares dos cofres da Facebook para livrá-lo dos seus problemas”, pode ler-se ainda no processo dos acionistas.

Mark Elliot Zuckerberg é um programador e empresário norte-americano, que ficou conhecido internacionalmente por ser um dos fundadores do Facebook, conhecida como a rede social mais acessada do mundo. Em março de 2011, a revista Forbes colocou Zuckerberg na 36ª posição da lista das pessoas mais ricas do mundo, com uma fortuna estimada em 17,5 bilhões de dólares. Em junho de 2015, a sua fortuna já estava avaliada em 38,4 bilhões de dólares, em 2016 seu patrimônio líquido foi estimado em 51,8 bilhões de dólares.

 

Por: Sofia Adelino

 


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *