AVP Serviços deve ultrapassar os objectivos da facturação previstos


A AVP Serviços, empresa prestadora de serviços em telecomunicações, investiu, nos últimos três anos, mais de AKz 50 milhões para a formação dos seus quadros e aquisição de equipamentos, aposta que visa consolidar sua presença no mercado angolano, informou esta segunda-feira o seu director-geral Rui Pires.

Do valor, AKz 20 milhões foram gastos na formação dos colaboradores, fixados 200 trabalhadores, e os mais de Akz 30 milhões foram investidos na compra de equipamentos, sem especificar o tipo.

Publicidade

Rui Pires, que falava à Angop a propósito do desempenho da AVP Serviços no mercado nacional, explicou que a empresa pretende permanecer no país por muitos anos, tendo considerado que 2019 foi um ano excelente, apesar de não revelar valores, pelo facto de arrecadar 30% do planificado.

Sobre o desempenho da empresa, presente no mercado nacional há nove anos, acrescentou que 2020 está a ser um ano positivo e acredita que irá, novamente, ultrapassar os objectivos da facturação previstos.

Esclareceu que o investimento em formação representa, em média, 20% do volume anual de facturação da empresa, que se dedica, igualmente, na compra de equipamentos de teste e medida, equipamentos de escalada (subir às torres de telefonia móvel) e ferramentas diversas.

Actividades desenvolvidas pela AVP Serviços

A prestadora de serviços em telecomunicações foi responsável pela instalação do sistema de energia AC/DC nas centrais dos principais operadores em Angola, assim como pela construção, em parceira com a Huawei, da rede, sede e loja da Unitek STP em São Tomé e Príncipe.

Dedicou-se, igualmente, à instalação de rede da nova geração nas operadoras Unitel e Movicel, da rede de comunicações de suporte à rede de segurança do CISP, migração de 750 estações de telefonia móvel em equipamento Huawei e Ericsson, entre outros serviços.

Em Angola desde Março de 2011, a AVP Serviços dedica-se à instalação e configuração de equipamento de rádio, construção de estação de telecomunicações em regime chave, construção de data centers, instalações de painéis fotovoltaicos, e demais serviços associados ao universo das telecomunicações em Angola.

Além de Angola, a AVP Serviços está presente em São Tomé e Principe e Portugal, tendo ganhado, recentemente, um concurso lançado pelo Banco Mundial (BM) para a instalação de cabos de fibra óptica na Guine-Bissau.

No mercado nacional, a AVP Serviços presta serviços às empresas Huawei, Ericsson, Unitel, Movicel, Netone, entre outros.

Ao avaliar o sector das telecomunicações no país, Rui Pires afirmou que as redes de telefonia móveis e fixas estão dotadas de equipamento de ultima geração, nomeadamente Huawei, que fez grandes investimentos nos últimos 10 anos e permite maiores velocidades associadas à segurança tecnológica.

Em relação ao desempenho da empresa que dirige, afirmou que tem contributo nos serviços desenvolvidos em mais de mil e 300 estações de telefonia móvel a nível nacional, instalação de equipamentos de última geração nos “data centers” das operadoras móveis da Netone, Unitel, Movicel e Angola Telecom.

A empresa investiu, recentemente, num centro de formação, dotado de uma torre, equipamento Huawei de última geração e pretende expandir a formação ao público em geral.

Acrescentou que as acções de formação terão por base técnicas de escalada, instalação de equipamentos em shelters, alinhar antenas de micro ondas, instalação de antenas e demais serviços associados à prestação de serviços desta empresa.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *