Apple apresenta novo iPhone X com mais ecrã, menos botões e reconhece o dono


122 partilhas

Com o iPhone a fazer dez anos e as vendas a estagnar, a Apple estava pressionada para mostrar inovações e convencer os consumidores que já têm smartphones no bolso a trocaram de aparelho. O iPhone X – o novo topo de gama e um dos três modelos apresentados nesta terça-feira – tem um ecrã que ocupa quase toda a parte frontal do aparelho e deixou de ter o botão central, que é substituído por uma nova interface de gestos e por tecnologia de reconhecimento facial para identificar o dono do smartphone.

Os iPhone 8, iPhone 8 Pluse iPhone X são os novos smartphones da Apple anunciados na tarde desta terça-feira (12). Ao contrário de outros anos, a companhia também revelou uma terceira opção do telemóvel em comemoração aos dez anos de lançamento do primeiro iPhone. O modelo tem ficha técnica avançada, com processador hexa-core, e inovações, como o reconhecimento facial. Seu preço também é mais elevado: de US$ 999. Além dos smartphones, a empresa lançou o Apple Watch 3 e na Apple TV 4K.

A ausência de um botão no iPhone X significa que os utilizadores terão agora de usar gestos para funcionalidades como visualizar todas as aplicações abertas ou regressar ao ecrã principal. Já desbloquear o telemóvel, ou autorizar pagamentos, poderá ser feito com o sistema de reconhecimento facial: basta olhar para o aparelho para que o utilizador seja identificado, graças às câmaras e sensores que estão na parte superior do telemóvel. Entre estes está uma câmara de infravermelhos, que permite reconhecer caras mesmo no escuro.

iPhone 8 e iPhone 8 Plus

O iPhone 8 (tela de 4,7 polegadas) – junto com o iPhone 8 Plus (5,5 polegadas) – traz o mesmo visual já conhecido do iPhone 7 e do iPhone 6S. No entanto, dessa vez a fabricante adotou vidro na construção do smartphone – como fazia até o iPhone 4S. Outra diferença fica por conta do hardware, mais poderoso do que o visto no ano passado. O processador A11 Bionic tem seis núcleos, com ganho de velocidade da ordem de até 70% em relação ao chip A10 do iPhone 7.

Dessa vez, os modelos chegam com armazenamento de 64 GB e 256 GB. Os preços começam em US$ 699  para o iPhone 8 e em US$ 799 para o iPhone 8 Plus. A pré-venda tem início em mais de 25 países na próxima sexta-feira, 15 de setembro, com as vendas nas lojas a começar do dia 22.

Em relação à preço e disponibilidade, o iPhone X terá sua pré-venda iniciada em mais de 55 países no dia 27 de Outubro, com envio a partir de 3 de Novembro. O smartphone chega com opções de armazenamento de 64 GB e 256 GB e preços a partir de US$ 999.

Outra novidade anunciada com o iPhone X é o AirPower, um dispositivo capaz de carregar a bateria de um iPhone, um Apple Watch 3 e um AirPods sem fio, ao mesmo tempo. Esse aparelho, no entanto, só estará disponível no próximo ano.

A Apple apresentou também a terceira geração do relógio inteligente Watch, que pode ligar-se directamente a redes móveis, sem necessidade de estar emparelhado com um telemóvel. A tecnologia dá mais um passo para tornar o relógio num aparelho que pode ser usado de forma isolada: o utilizador pode usá-lo para ouvir música, ver emails e fazer chamadas. Mais uma vez, a Apple, não é a primeira marca a incorporar esta funcionalidade num smartwatch e já era possível encontrar conectividade móvel em modelos da Samsung e LG, por exemplo.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

122 partilhas