Orientado por Kimbandeiro, homem mata o filho em troca de estabilidade financeira


Um cidadão de 22 anos foi acusado de matar o seu próprio filho, menor de 2 anos, por asfixia, neste domingo, 04 de Abril, alegadamente  sob orientação de um Kimbandeiro, para que em troca tivesse estabilidade financeira.

O cidadão confessou o crime e já se encontra sob custódia das autoridades policiais.

Publicidade

Segundo o porta-voz do SIC-Huila, Sebastião Vika, a mulher do acusado foi responsável pela denúncia  do crime.

“A mulher do acusado foi quem denunciou o crime , o suspeito tentou esconder o homicídio , recriando um cenário de morte súbita. No decurso da operação foi possível reunir elementos probatórios que confirmam ter se tratado de um homicídio qualificado, cuja presumível autoria é imputada ao progenitor”, explicou o porta-voz.

Por: Derivaldo Carlos


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *