Sonangol fica com os postos de combustível da Pumangol


A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol), em acordo tripartido, vendeu para a empresa Trafigura, os 31,78 por cento da participação que detinha na Puma Energy, pelo valor de 600 milhões de Dólares. 

Em troca da venda da participação, a Sonangol Holdings, vai ficar com alguns dos “mais importantes activos estratégicos” da Puma Energy, que incluem a rede de retalho da Pumangol, composta por 79 postos de abastecimento de combustíveis, terminais aeroportuários em Luanda, Catumbela, Cunene e Lubango.

Publicidade

Em uma nota de imprensa, a petrolífera angolana conta que adquiriu também o Terminal de Armazenamento do Porto Pesqueiro, na Baía de Luanda, e a empresa Angobetumes, pelo mesmo montante que o da alienação.

Estas transacções representam o culminar dos esforços da petrolífera nacional, visando resguardar-se da participação na recapitalização da Puma Energy”, lê-se no documento.

Os acordos assinados, indica a nota, estão alinhados ao objectivo estratégico inserido no Programa de Privatizações, com resultados evidentes na optimização do portfólio de activos da Sonangol, elemento-chaves para o propósito de se focar no seu negócio principal.

A conclusão do processo de venda das acções da Sonangol na Puma Energy à Trafigura, e a subsequente compra da Pumangol, terá a duração de entre 6 a 8 meses. Adicionalmente, as partes acordaram um período de transição de um ano para a substituição da logomarca da Pumangol.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *