Retrospectiva 2018: Re(veja) casos de grande repercussão que chocaram Angola


168 partilhas

O ano que hoje termina, será lembrado como um dos mais violentos da história de Angola. Marcado pela violência contra mulheres, algumas perseguidas após o fim de relacionamentos conflituosos. Nas rodovias, as mortes resultantes em acidentes de trânsito causaram comoção. A intolerância não esteve de fora, se fez presente e destruiu vidas e sonhos. 

Retrospectiva 2018: Re(veja) casos de grande repercussão que chocaram Angola

Com o objectivo de manter os leitores sempre bem informados sobre os assuntos actuais de destaque nacional e internacional, várias notícias foram divulgadas pelo AngoRussia no ano 2018. Entre elas umas foram motivo de maior interactividade entre os leitores do que as outras, re(veja) aqui os factos e personagens que marcaram a sociedade angolana este ano.

Mulher mata seu esposo com ajuda das irmãs por este pedir separação

Lemba Francisco Afonso, tirou a vida de Adilson Marques Afonso, seu marido com auxílio das irmãs, em Luanda, tudo porque o marido pediu separação, pois este já não suportava mais o comportamento da esposa. Segundo denúncias, não foi pela primeira vez que o malogrado, antigo funcionário do BIC de Cacuaco, foi agredido pela família da esposa.

Retrospectiva 2018: Re(veja) casos de grande repercussão que chocaram Angola

Agente da polícia mata um meliante a queima roupa

Um agente afecto ao Serviço de Investigação Criminal de Luanda, matou a queima roupa um cidadão que atentava a um assalto contra uma carrinha na via pública no Benfica, em Luanda.

A informação tornou-se pública através um vídeo gravado por uma automobilista, que mostrara os últimos minutos de vida de um meliante capturado pelo SIC e que de seguida foi abatido aos olhos da população.

Retrospectiva 2018: Re(veja) casos de grande repercussão que chocaram Angola

Polícia nacional sem registo dos “Cuna Mata” e tranquiliza população de Luanda

Circulou nas redes sociais uma mensagem que reporta a existência de um grupo de marginais denominado os “Cuna Mata”, que supostamente estão a invadir as escolas e a instalar o pânico no seio da população de Viana.

Porém, a Polícia Nacional, informou que, “tão logo chegaram as primeiras denúncias sobre o grupo, criou equipas para comprovar a veracidade das informações, sendo que, nada foi constatado, até ao momento”, segundo uma nota do Comando daquele órgão.

Retrospectiva 2018: Re(veja) casos de grande repercussão que chocaram Angola

Morreu Adão Sebastião primeiro médico legista angolano

Morreu Adão Manuel Sebastião, primeiro médico legista angolano, mestre em criminologia e em ginecologia Forense regente da cadeira de medicina legal nos cursos de medicina, direito e ciências criminais, vítima de doença prolongada.

Segundo uma nota de condolências da Direcção da Faculdade de Medicina da Universidade Agostinho Neto (FMUAN), Adão Manuel Sebastião, com zelo, brilhantismo e dedicação empenhou-se como verdadeiro profissional e académico no exercício das suas obrigações como médico legista.

Retrospectiva 2018: Re(veja) casos de grande repercussão que chocaram Angola

Kotingo sofre acidente de viação

O humorista angolano, Kotingo foi vítima de um acidente de viação quando fazia o trajecto Malanje- Luanda, na companhia de seu irmão Gerilson Insrael e Dj Azimbora, que de igual modo apresentam um quadro médico que inspira cuidados intensivos.

Como resultado do acidente, o artista fracturou os dois membros superiores e um inferior, tendo sido submetido a intervenção cirúrgica em Angola, posteriormente transferido para Portugal, onde recebeu um tratamento mais especializado e, amputado um membro superior.

Retrospectiva 2018: Re(veja) casos de grande repercussão que chocaram Angola

Mulher de 19 anos de idade detida por rapto de menor na Huíla

Uma jovem de 19 anos foi detida por rapto de menor no Lubango, quando a mãe do recém-nascido encontravam-se a comercializar produtos diversos. A acusada, solicitou a mãe da vítima para comprar feijão, aproveitando-se assim da ausência da mesma, pôs-se em fuga com a criança (recém nascida).

Retrospectiva 2018: Re(veja) casos de grande repercussão que chocaram Angola

Mãe mata filha por causa de 400 kwanzas

Desde que a crise financeira afectou o território nacional, a sociedade angolana tem enfrentado vários factos sociais que preocupam a todos, desta vez, aconteceu na Província do Bengo, onde uma mãe tirou a vida da própria filha, por causa de 400 kwanzas, cujo os valores serviriam para a compra do almoço da família.

O facto ocorreu quando a jovem de 16 anos decidiu gastar os quatrocentos kwanzas que serviriam para comprar condimentos da refeição da família, o que deixou a sua progenitora totalmente irritada a ponto de consumar tal acto desprezível.

Retrospectiva 2018: Re(veja) casos de grande repercussão que chocaram Angola

Pastor acusado de manter relações sexuais com 6 jovens da sua congregação

O pastor António Mensageiro, de 37 anos, lider da Igreja “Pentecostal Rocha de Libertação”, está a ser acusado de ter se envolvido sexualmente com seis jovens que normalmente participavam do grupo da vigília. No bairro da Sokola no município do Cazenga em Luanda.

De acordo com a RNA, tudo aconteceu quando o pastor convidou as jovens para participar de uma vigília realizada no monte, as vítimas não contavam a verdadeira intenção do pastor que seria de apalpar os seus órgãos genitais, sendo ameaçadas pelo mesmo e temendo pelas suas vidas e das famílias, as raparigas mantiveram-se caladas por quase um ano.

Retrospectiva 2018: Re(veja) casos de grande repercussão que chocaram Angola

Menina de 7 anos entra saudável no Hospital Maria Pia e saí com vírus da SIDA

A menina Emília de 7 anos, foi internada no hospital Josina Machel, “Maria Pia”, para ser operada de um abcesso (inflamação na bochecha) e os médicos em serviço fizeram uma transfusão de um sangue que possivelmente teria lhe infectando com os vírus da SIDA.

O Pai da menina, que falava a Rádio Despertar, para o jornalista Claúdio In, alegou que a Ministra da Saúde, Sílvia Paula Lutucuta, pediu-lhe para não divulgar o caso, por se tratar de uma criança e que internamente se podia resolver o caso.

 

Advogada desaparecida é encontrada morta na sua residência após quatro dias

A jovem angolana de nome Carolina Joaquim de Sousa da Silva, uma advogada de 26 anos, do serviço do escritório Legis Veritas, na Maianga, em Luanda, encontrava-se desaparecida durante 4 dias é encontrada morta na fossa da sua residência.

Olívio da Silva, marido da vítima, foi notificado, para prestar informações sobre a vítima e as pessoas com quem ela convivia, com vista a auxiliar os investigadores na descoberta do que se passara e, foi achado como o prevaricador deste nefasto episódio o próprio esposo.

Retrospectiva 2018: Re(veja) casos de grande repercussão que chocaram Angola

Homem espanca ex-mulher com catana por ciúmes

A Polícia Nacional, na Huíla deteve um cidadão nacional de 23 anos, cujo o nome não foi revelado, no município da Matala, por suposto espancamento à sua ex-mulher por motivos passionais, recorrendo ao uso de uma arma branca (catana).

Retrospectiva 2018: Re(veja) casos de grande repercussão que chocaram Angola

Jovem de 18 anos acusado de violar sexualmente a mãe de 45

Um jovem de 18 anos é acusado de ter abusado sexualmente da mãe de 42 anos, no bairro do Kwawa, município do Lubango, província da Huíla.

A informação foi avançada à Angop, pelo porta-voz do comando municipal da Polícia Nacional na Huíla, inspector-chefe Luís Filipe Zilungo. O oficial salientou que o crime ocorreu por volta das 21 horas, no interior da residência onde ambos vivem, onde o jovem fez recurso à uma faca para molestar a vítima.

 

 

Por: Benedito Lurdes


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

168 partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *