Quinze a dezassete crianças angolanas são abusadas sexualmente todos os dias


A molestação de menores tem sido uma prática frequente nos últimos anos em Angola, sendo o acto cometido maioritariamente por familiares das vítimas. Estudos recentes apontam que 15 a 17 crianças sofrem abusos sexuais todos os dias, facto que motivou um reunião realizada recentemente por membros do governo com intuito de se elaborar estratégias para erradicar este mal.

Uma reunião extraordinária foi realizada recentemente sob liderança da Ministra de Estado para Área Social, Carolina Cerqueira, e membros do governo onde. A mesma serviu para refletir sobre a preocupante situação que viola o direito da criança de crescer num ambiente saudável, de acordo noticiou o Jornal da Zimbo, na edição desta quinta-feira (25) de Fevereiro.

Publicidade

A situação se torna cada vez mais alarmante e relatos televisivos comprovam a acção dos violadores que na sua maioria são os pais, tios, avôs, amigos próximos da vítima ou amigos dos familiares da mesma.