Pouco tempo depois do regresso das aulas no ensino primário, Sinprof prepara greve


Sindicato Nacional de Professores (SINPROF), tem em vista a realização de uma greve para daqui a sensivelmente 60 dias, caso alguns pontos que constam do caderno de reivindicação não sejam revistos, conforme solicitado há dois anos.

O aviso foi feito pelo secretário geral do SINPROF, Admar Jinguma, que garantiu que a greve deverá acontecer pelo facto de mesmo após as reivindicações feitas há dois anos, o salário dos docentes não condizer com o actual Estatuto da Carreira Docente.

Não é a primeira vez que este assunto vem à tona e outras reuniões já foram feitas para se evitar a efetivação de greves, em 27 de Dezembro de 2019, a 20 de Janeiro de 2020, e no dia 25 de Janeiro de 2021.

Caso o SINPROF não obtenha respostas no período de 60 dias, a situação será encaminhada ao Ministério da Educação, e a greve vai acontecer.

PUB

Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *