Portugueses e Chineses entre os que mais procuram Pau de Cabinda em Luanda


O Pau de Cabinda continua a ser um dos produtos “mais procurados” nos mercados de Luanda com comerciantes a apontarem “chineses e portugueses” como os que mais o solicitam, acreditando na sua “eficácia afrodisíaca”.

Portugueses e Chineses entre os que mais procuram Pau de Cabinda em Luanda

O Mercado dos Kwanzas, no município de Cazenga, um dos maiores de Luanda, tem uma secção específica para venda de medicamentos tradicionais e o Pau de Cabinda lidera a procura dos consumidores, com preços que variam entre os 200 e os 35.000 kwanzas (entre 0,54 euros e 95 euros).

As vendedoras confirmaram hoje à Lusa a “eficácia” do produto na resolução de problemas de impotência sexual, garantindo que o seu chá ou outra composição “são infalíveis”.

“Procuram, sim, o Pau de Cabinda. Tanto homens como mulheres. Temos aos preços de 200, 300 e 500 kwanzas. Não vendemos muito caro. Para alguém que não tem força no corpo vendemos isso e o efeito é bom”, contou à Lusa a comerciante Ana Alberto.

O Pau de Cabinda [Pausinystalia yohimbe] e suas preparações foram incluídos na parte A do anexo III do Regulamento da Comunidade Europeia (CE) nº 1925/2006, o que implica que a sua utilização em alimentos será proibida, nomeadamente em Portugal.

A partir de 14 de maio não poderão ser fabricados em Portugal e nos países da União Europeia (UE) géneros alimentares com esta substância.

Segundo o regulamento, os alimentos com Pau de Cabinda ou suas preparações legalmente colocados no mercado português antes de 14 de maio de 2019 poderão ainda ser comercializados.

Lusa


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *