Pastor abusa sexualmente de uma criança de 4 anos


Um pastor da igreja “Mensagem do Último Tempo”, situada no bairro Kinwica, arredores da cidade do Soyo (Zaire), está a ser acusado de abusar sexualmente de uma criança de 4 anos, no passado dia (13) de Janeiro. 

imagem meramente ilustrativa

Segundo a mãe da menina, o pastor de nacionalidade congolesa identificado apenas por Nevilli, e que é igualmente alfaiate, aproveitou a sua ausência e do esposo, para tirar a criança de casa com o pretexto de oferecer-lhe um vestido. Inocente, a pequena aceitou ir para a casa do suposto pastor, onde a acto bárbaro aconteceu.

“Quando regressei a casa, resolvi dar um banho à criança e ao tirar a cueca notei algumas manchas de sangue. Apanhei um grande susto. Resolvi então levar a criança à casa de uma vizinha, na tentativa de procurar ajuda e esclarecimento sobre a causa do sangramento. A criança, ao notar a minha aflição, revelou que o pastor a tinha abusado sexualmente”, disse Luzia Paulo Nkutxi, mãe da pequena.

Publicidade

Luzia avançou ainda que os exames médicos, realizados no Hospital Municipal do Soyo, confirmaram que a criança sofreu, realmente, abuso sexual, e que o caso já está sob custódia da polícia.

Revoltados com o sucedido, familiares e vizinhos da vítima destruíram o templo da referida igreja, cujo pastor está agora foragido.