ONG oferece maconha grátis a quem se vacinar contra o COVID-19, nos EUA


Deixar as pessoas empolgadas com a vacinação certamente não tem sido uma tarefa fácil, nos Estados Unidos. Por conta disso, algumas organizações de todo o país tem procurado ser criativas no que diz respeito a persuasão  das pessoas, como é o caso do grupo de activistas da maconha em Washington, “DC Marijuana Justice” que está a  oferecer um saco de maconha grátis para aqueles que forem  vacinados contra a COVID-19. 

Em um comunicado que a imprensa internacional teve acesso, a ONG DC Marijuana Justice destacou estar ciente da importância de conscientizar as pessoas sobre a distribuição equitativa da vacina.

Publicidade

Chamada de “Joints for Jabs” (Cigarros por Doses, em tradução livre), a campanha é uma celebração do início do fim da pandemia, conforme definiu o co-fundador do DCMJ, Nikolas Schiller.

“O DCMJ acredita que a cannabis deve ser consumida com segurança e responsabilidade, e a pandemia tornou isso incrivelmente difícil. Quando adultos suficientes forem inoculados com a vacina contra o coronavírus, será hora de comemorar não apenas o fim da pandemia, mas o início do fim da proibição da maconha nos Estados Unidos”, afirmou.

Além da comemoração, a campanha é também uma forma de agradecer as pessoas por se vacinarem, disse a ONG em nota. “Sem uma maneira segura para que os cidadãos se reunissem publicamente pela reforma das leis sobre maconha no Distrito de Columbia, o DCMJ está animado para que as vacinas estejam amplamente disponíveis”.

O DCMJ é uma organização que luta para que a maconha seja retirada da lista de substâncias controladas e para que todos os norte-americanos tenham o direito de cultivar a erva em casa.

O uso recreativo da maconha é legal em 15 dos 50 estados americanos, e descriminalizado em outros 16.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *