Quantcast

Mulheres encenam ‘Virgem Maria abortando Jesus’ em alusão ao dia ‘Internacional das Mulheres’

0
Divulgação de Serviços (ProCenter)

Um grupo de feministas realizaram no passado dia 8 de Março, uma encenação em frente a Catedral Católica da cidade de Tucumán, na Argentina em alusivo ao dia ‘Internacional das Mulheres’, e gerou grande revolta entre os cristãos nas redes sociais.

A encenação se deu com risos e alegrias entre as as mulheres, que usaram tintas vermelhas e fitas para ilustrar vísceras e sangue do corpo de uma delas que interpretava a ‘Virgem Maria’, em frente a Igreja, na Argentina.

Mas para infelicidade das mesmas a ação foi duramente criticada por muitos cristãos na rede social Facebook, alegando um desrespeito a pontos importantes da fé cristã, como a ação sobrenatural no nascimento de Jesus e o próprio respeito à vida, desde sua concepção.

“Usar a imagem de Maria para protestar? E encenar um aborto? Maria em momento algum pensou em abortar o Filho de Deus. O que elas pensam que estava fazendo? Foram infelizes em pensar que as pessoas em sã consciência apoiariam uma heresia dessas. Protesto para se obter direitos, não precisa ser feito com argumentos desse esse“, comentou uma internauta.

Em um comunicado publicado na última quinta-feira (9), o Arcebispo de Tucumán, Mons. Alfredo Zecca repudiou a encenação e classificou o ato dessas mulheres como uma ação “infeliz” por parte do grupo feminista.
“Nós condenamos com profunda tristeza, os acontecimentos infelizes que foram cometidos ontem, 08 de Março, à tarde, na frente da Catedral de Tucuman denigrem a imagem da Virgem Maria, Mãe de Deus, assim como a fé dos católicos Tucumanos”, disse. Não foi somente para os cristãos, mas também para a própria dignidade das mulheres”, acrescentou o Arcebispo.

Deixe a sua opinião!

Partilhe.