Moxico acolhe o lançamento da campanha “Nascer Livre para Brilhar”


13 partilhas

Depois da apresentação oficial em Luanda, a primeira dama da república de Angola, Ana Dias Lourenço, realizou neste sábado (1) de Dezembro, no Luana, Moxico, o lançamento da campanha “Nascer Livre para Brilhar”, que tem como objectivo de eliminar as transmissão do VIH de mãe para o filho. 

Moxico acolhe o lançamento da campanha "Nascer Livre para Brilhar"

O acto marcou as comemorações do Dia Mundial de Luta Contra à Sida que se assinalou ontem, dia 1 de Dezembro.  No seu discurso de apresentação do projecto, para a população do Luena, a primeira dama da república, Ana Dias Lourenço, afirma que a intenção  é de reduzir para a metade até 2021, a taxa de transmissão do VIH de mãe para o filho em todo espaço nacional.

Ana Dias Lourenço, no decorrer do discurso, dirigiu-se para os órgãos de comunicação, sobre tudo aos jornalistas, desafiando-os a divulgar de forma massiva, todo tipo de informação sobre a prevenção da doença, para que a sociedade esteja educada sobre a questão do VIH/SIDA e assim diminuir o número elevado de pessoas sem qualquer informação.

No seu turno, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, garantiu aos jornalistas, que o acto reprenta uma responsabilidade de Angola, na difusão da campanha “Nascer Livre para Brilhar” para o mundo em geral e fazer com que os futuros das crianças sejam livres da doença. A responsável adiantou que  existem  310 mil pessoas a viver com o HIV/Sida, das quais metade sabe que vive com a doença.

Moxico acolhe o lançamento da campanha "Nascer Livre para Brilhar"

A ministra adiantou ainda, que existem 21 mil mulheres  que ficaram grávidas  sem saberem do seu estado serológico, pois teria maior probabilidade da transmissão do HIV de mãe para o filho e mais de 500 crianças nascem com a patologia.

“A  efeméride serve para recordar as vítimas do Sida que na sua maioria morreram devido o estigma, descriminação, criminalização e a falta de tratamento”, disse  Sílvia  Lutucuta.

O chefe do cadeirão máximo da província do Moxico, Gonçalves Muandumba, afirmou que a sociedade em geral tem responsabilidade árdua na luta contra a doença no país.

“A responsabilidade é de todos os angolanos, para luta da doença, por isso, a população do Moxico está engajada com a causa. Este laço solidário, lança a inclusão e o compromisso para planearmos bem o trabalho”, disse o governador do Moxico, Gonçalves Muanduma.

Antes do acto central do lançamento da campanha, Ana Dias Lourenço, visitou algumas instituições de Saúde, com maiores referencias, a maternidade de Luena e o hospital geral do Moxico, onde doou vários bens naquelas unidades hospitalares.

Depois das visitas, a primeira dama da República, junto com a sua comitiva de Luanda, compostas por membros do executivo, jornalistas, e cantores, seguiu ao estádio de futebol “Mundunduleno” da cidade do Luena, com uma moldura humana de 15 mil pessoas, criaram um laço solidário com o símbolo da luta contra a doença que deve ficar para a história. O evento contou ainda com largada de balões, dança e músicas de artistas locais e nacionais.

Moxico acolhe o lançamento da campanha "Nascer Livre para Brilhar"

 

Veja aqui mais fotos do evento.

 

 

Por: Júlio Dos Santos


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

13 partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *