Ministro Eugénio Laborinho defende estudos sobre estado psicológico dos efectivos


O Ministro do Interior, Eugénio Laborinho, anunciou nesta terça feira, 16 de Novembro, durante a reunião ordinária do Conselho Superior da Polícia Nacional, que a elaboração de estudos para aferir o estado psicológico dos efectivos da Polícia Nacional constitui um dos desafios para os próximos tempos, na corporação.

A entidade, que falava na abertura da reunião ordinária do Conselho Superior de Polícia, que decorre até hoje, na Unidade Operativa de Luanda, acrescentou que o estudo vai servir para a identificação das psicopatologias mais frequentes no seio das forças policiais.

Publicidade

Também deu a conhecer que a discussão e aprovação dos pacotes legislativos que irão regular a carreira e a função policial, assim como a definição do perfil dos candidatos que pretendem ingressar na Polícia Nacional constituem também os desafios alistados.

O ministro do Interior recomendou mais organização e controlo no processo de troca de armas de guerra, em posse de empresas privadas de segurança e do sistema de auto-protecção, por armas de defesa, permitidas por lei, para se evitar que, depois de recolhidas, sejam usadas em crimes.

A reunião visa analisar o estado organizativo e funcional da Polícia Nacional e definir prioridades de acções a serem implementadas no próximo ano.

 


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *