Ministério da Saúde pretende admitir 8 mil trabalhadores por ano


O Executivo angolano prevê admitir, todos os anos, oito mil funcionários para o Sector da Saúde, para torná-lo cada vez mais funcional, segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, que anunciou, sábado, para breve, um concurso público para a admissão de mais profissionais da área.

Franco Mufinda, que falava no acto central do Dia Nacional do Trabalhador da Saúde, acrescentou que nos concursos públicos de 2018 e de 2019  foram admitidos 26.090 profissionais, entre os quais 2.945 médicos. Dados oficiais apontam para a necessidade de cerca de 28 mil médicos, para atingir-se o rácio recomendado pela Organização Mundial da Saúde (um médico para mil habitantes), sendo que o país conta, actualmente, com apenas oito mil.
O secretário de Estado garantiu que todos os anos novos quadros vão ingressar no sector da Saúde, para minimizar as necessidades e responder à demanda.

Publicidade

De acordo com o responsável, os profissionais de saúde são chamados a fazer parte do plano emergencial de formação especial, para treinar e capacitar os técnicos, visando a melhoria da assistência à população, bem como prevenir e controlar as endemias e pandemias.

O Serviço Nacional de Saúde é constituído por duas mil unidades, das quais se destacam oito hospitais centrais, 32 hospitais provinciais ou gerais, 228 hospitais municipais e centros de saúde e 1.453 postos de saúde.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *