Metro de Superfície de Luanda começa a ser construido em 2020 e vai custar USD 3,5 mil milhões


909 partilhas

Três mil milhões de dólares norte-americanos é o valor estimado para o investimento do Metro de Superfície da cidade de Luanda, que começa a ser construido a partir de 2020, revelou terça-feira o ministro dos Transportes, Ricardo de Abreu.

O equipamento, que consta das prioridades do Executivo angolano, visando maior mobilidade e descongestionamento da cidade Luanda, vai ter uma extensão de 149 quilómetros.

Publicidade

A infra-estrutura vai cobrir os eixos principais de Luanda, isto é, do Porto de Luanda a Cacuaco, Avenida Fidel Castro Ruz-Benfica, Porto de Luanda- Largo da  Independência e Cidade do Kilamba –  1º de Maio.

Ao falar no programa “Grande Entrevista” da Televisão Pública de Angola (TPA), Ricardo de Abreu explicou que o estudo de viabilidade sobre o Metro de Superfície já está elaborado.

O investimento, segundo o ministro,  vai ser realizado no âmbito de uma parceria público-privada, cujos termos  “estão bem claros”, mas cujo modelo ainda está em fase de aprovação  e só depois passará para a fase da construção.

Em relação ainda ao subsector ferroviário,  o ministro dos Transportes  realçou que a nível dos Caminhos de Ferro de Luanda (CFL) há um troço de 215 quilómetros que carece de reabilitação, do Zenza do Itombe a Cacuso,  por ser muito complexo e causador de descarrilamento.

Por ser assim,  justificou o governante, obriga a que em média a velocidade do comboio seja abaixo de 20 quilómetros/hora, podendo uma viagem  Luanda- Malanje levar 13 horas.

 

Angop


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

909 partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *