Médicos anunciam 4.º caso de cura de paciente com HIV no mundo


Pesquisadores anunciaram nesta quarta-feira, 27 de Julho, a cura do quarto paciente do mundo infectado pelo vírus HIV após receber um transplante de células-tronco para leucemia.

A revelação foi feita na “Conferência Internacional de Aids(SIDA)”, realizada em Montreal, no Canadá. Trata-se do paciente mais velho e o portador de HIV há mais tempo, a ser curado.

De acordo com a Forbes, o transplante teria sido planeado para tratar a leucemia do paciente de actualmente 66 anos, os médicos também buscaram um doador que fosse naturalmente resistente ao vírus que causa a Sida, método que funcionou pela primeira vez em 2007 para curar o “paciente de Berlim”, Timothy Ray Brown.

O homem está a ser chamado de paciente da ‘Cidade da Esperança’, em homenagem ao hospital onde foi tratado, em Duarte, na Califórnia.

“Quando fui diagnosticado com HIV, em 1988, como muitos outros, pensei que era uma sentença de morte. Nunca pensei que viveria para ver o dia em que não tivesse mais HIV”, afirmou o paciente em comunicado.

Sharon Lewin, presidente da Sociedade Internacional da Sida, disse que o caso traz “esperança contínua e inspiração” para pessoas com HIV e a comunidade científica, em geral.

No entanto, o tratamento continua a ser uma opção bastante improvável para a maioria das pessoas com HIV, devido à complexidade do procedimento e à dependência de doadores compatíveis. Desta forma, o mesmo continua a ser recomendado apenas para quem precisa do procedimento devido a um quadro avançado de cancro.