Mais de 80 famílias passam fome na Huíla e usam raízes para se alimentar


Cerca de 80 famílias na província da Huíla passam por uma forte escassez de alimento e água potável e por conta disso a população do Tumba dos Dembos consome raízes e água impropria para o consumo, o que para o soba da região Tyindulo Kamiutuepatyi é lamentável.

O soba de 62 anos e a população passaram a alimentar-se com raízes de todo o tipo desconhecendo o uso correcto do mesmas, a situação já perdura desde Outubro de 2020 e por conta disso Tyindulo Kamiutuepatyi viu-se obrigado a vender as suas cabeças de gado que sobreviveram a seca na região.

Publicidade

“Ajudem as pessoas, por favor! Aqui há fome por causa da seca que acontece desde o mês de Outubro do ano passado. Receio que venham a morrer pessoas nos próximos tempos. Estamos a comer raízes que nunca foram utilizadas e nem sabemos qual é o nome delas”, clamou o soba acrescentando “Não há comida, mas vamos lutar até ao fim”.

Além da seca na Huíla, o sul do país já vive uma situação semelhante a esta ou pior, onde populares clamam por ajuda governamental.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *